Início  »  Dicas   »   Por que a airfryer pode causar câncer, e como evitar!

Por que a airfryer pode causar câncer, e como evitar!

É verdade que a airfryer pode causar câncer? Tem como evitar? Neste post explicamos tudo, com dicas para deixar sua alimentação mais saudável. Confira!

Dicas 12819 views

Temos recebido muitas perguntas se é verdade que a airfryer pode causar câncer. Por isso resolvemos esclarecer neste post.

Na verdade, o problema não é o aparelho da airfryer em si, mas uma substância que gerada pelo superaquecimento dos alimentos.

Continue lendo que vamos esclarecer o que há de verdade e de mentira por trás dessa afirmação de que airfryer pode causar câncer. Continue lendo!

A airfryer pode causar câncer?

Parece brincadeira né… A gente compra uma airfryer para ter uma alimentação mais saudável, e de repente vem essa história de que airfryer pode causar câncer.

O pior é que ela pode SIM ser um instrumento para isso.

Vamos começar do começo. Existe um composto químico chamado acrilamida, que é considerada um carcinogênico (tem potencial cancerígeno) para humanos.

A acrilamida é encontrada no café (eu amo café), alimentos industrializados e em produtos como corantes e produtos cosméticos.

O problema é que ela também se forma nos alimentos ricos em amido (batatas, mandioca, pães e bolos, por exemplo) quando eles são superaquecidos, ou seja, expostos a temperaturas acima de 120°C.

Por isso existe essa associação de que a airfryer pode causar câncer. Praticamente todas as receitas bacanas para fazer na airfryer, de bolos a tortas, recomendam aquecer os alimentos em 180º.

Pior ainda, as próprias funções pre-programadas de cocção da airfryer são acima de 180 graus.

funções pre-programadas da airfryer

Na minha fritadeira, por exemplo, o seletor de temperatura não sai do máximo (180 graus). Eu preparo batata, mandioca e pães de queijo com frequência.

E degusto essas delícias crocantes com aquele café quentinho (outra fonte de acrilamida).

Resumindo, devo estar ingerindo essa acrilamida desde sempre.

Porém, a fritadeira elétrica não pode ser considerada a vilã da história. Como você agora sabe, até mesmo os alimentos preparados no forno ou fogão podem gerar essa substância cancerígena. Passou de 180 graus já era.

Se quiser saber mais sobre a acrilamida, leia essa reportagem bacana sobre a acrilamida no Brasil pela BBC.

Como evitar câncer na airfryer

E agora, como continuar usando minha fritadeira de forma saudável e evitar câncer na airfryer?

São três dicas. A primeira é evitar utilizar a fritadeira na potência máxima (como eu faço). Aqueça os alimentos até ficarem dourados, e não deixe chegar ao ponto de criar aquela casquinha preta de queimado.

Uma boa prática é programar um tempo curto na fritadeira, acompanhar se os alimentos ficaram prontos e, conforme necessário, adicionar mais tempo até atingir o ponto.

A segunda é variar a sua dieta. Troque os alimentos ricos em amido por opções mais proteicas, como carnes, frangos e peixes.

A terceira dica é deixar a air fryer de lado. Faça variações na forma de preparo dos alimentos, e vá além da fritadeira. `Você pode assar, cozinhar na panela ou cozinhar no vapor.


publicado em · atualizado em


RECOMENDADOS PARA VOCÊ